Durante milhares de anos o Homem só se preocupou com a criação e produção de muitas “coisas”.
Coisas, coisas e mais coisas... coisas até de mais!
Inventou novos materiais e ferramentas, novos produtos, sem se preocupar, um só momento, com os métodos usados na sua fabricação e com as consequências desse acto.
O ambiente foi sendo destruído. O ar, a água e o solo foram-se alterando. Desapareceram espécies de animais e vegetais; devastaram-se florestas, esgotaram-se solos, poluíram-se rios e destruíram-se recursos.

in http://www.prof2000.pt/users/hjco/Texturas/

Mesmo assim , a natureza continua a premiar-nos com maravilhosos exemplos de texturas. Da mesma forma, as transformações criadas e feitas pelo homem também têm originado os mais variados tipos de texturas.

Mas afinal, o que é a Textura?

A textura é o aspecto de uma superfície ou seja, a pele de uma forma, que permite identificá-la e distingui-la de outras formas. Quando tocamos ou olhamos para um objecto ou superfície "sentimos" se a superfície é lisa, rugosa, macia, áspera ou ondulada. A Textura é por isso uma sensação visual ou tátil.


Quanto ao aspeto Visual podemos agrupar as texturas em:

Texturas Naturais:

São aquelas que resultam da intervenção natural humana no meio ambiente ou que caracterizam o aspeto exterior das formas e coisas existentes na Natureza (cascas de troncos de árvores, madeira, folhas, rochas, peles e outros revestimentos de animais).



Ametista
 


Pele humana

 


Solo árido

 

 
Pele de lagarto

Gravilha
 


Pêlo de cão

 


Cabelo humano

 

 
Folha de alface

Tomate
 
Tronco de árvore


Texturas Artificiais:

São aquelas que resultam da intervenção humana através da utilização de materiais e instrumentos devidamente manipulados. O Homem desde sempre tenta criar nas superfícies/objetos, texturas idênticas às criadas na Natureza, logo elas são o reflexo do modo como expressamos o nosso entendimento do mundo que nos rodeia. Dependem da manipulação das matérias e das técnicas utilizadas e do modo como utilizamos as linguagens plásticas.
Por meio de elementos lineares, pontuais, de manchas, incisões, etc, podemos criar texturas com características ornamentais ou funcionais.



Parede de uma piscina
 
Parede
 
Parede de tijolos
         

Madeira
 
Estores de bambu
 
Fundo de uma cesta


Fatia de pão de forma integral

 


Feijão
 


Bolacha de água e sal



Papel craft

 

 
Botões
 
Motherboard

Tecido
 
Tecido
 
Carpete


Camisola de lã
 
Fibras têxteis
 
Seda

Parafusos e anilhas
 
Moedas
 
Tear simples

Papel de alumínio
 
Calçada
 


Pedras organizadas manualmente


Vejamos agora alguns exemplos de texturas na Arte

 


Obra plástica anónima
 
Gustav Klimt (detalhe)

 


Jackson Pollock

 
Josep Guinovart

Josep Guinovart
 
Kandinsky

Millares
 
Luis Feito

Paul Klee (detalhe)
 
Oscar Kokoschka


Graffiti num portão


Janela Art Deco

 

 

Exemplos de texturas realizadas com software informático específico

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

textura | texturas naturais | texturas artificiais | textura na arte

Sites interessantes:
http://simplestexturas.blogspot.com/
http://www.prof2000.pt/users/hjco/Texturas/

 

home | livro de visitas

Produzido por © 2007 Todos os direitos reservados

Voltar à página inicial