O homem, ao tentar melhorar a sua qualidade de vida, está em permanente desafio consigo próprio.
A procura de soluções adequadas para os problemas que se lhe deparam obriga o Homem a desenvolver o seu trabalho de forma organizada.

Através da observação atenta, podem-se levantar problemas e, consequentemente, projectar soluções. Usando ferramentas e tecnologia adequadas, pode-se transformar matéria-prima e, assim, criar objetos ou modificar espaços, melhorar o ambiente e o equipamento de que necessitamos, desde que sigamos um procedimento lógico e faseado.
A este procedimento chamamos Método de Resolução de Problemas.

 


 

1. SITUAÇÃO

Entende-se por situação o conjunto de dados e condicionantes que representam a situação/problema.

 

A situação, neste caso, é não haver forma do Zé (chamemos-lhe assim) atravessar para o outro lado.

 

 

 


2. PROBLEMA

É a situação específica, de onde se deve fazer uma cuidadosa recolha de dados.

Enuncia-se o problema que se pretende resolver e os objetivos que se pretendem atingir.

 

O problema do Zé é: como poderá ele atravessar para o outro lado?

O Zé define como objectivo principal a sua travessia, mas como?

 


 

3. INVESTIGAÇÃO

Exige um trabalho de pesquisa com alguma profundidade. Ao investigarmos podemos ultrapassar etapas já resolvidas por outros, poupando-se tempo.
O desenvolvimento da criatividade é dominante nesta fase do trabalho, tendo-se sempre em vista o maior número de respostas possível, promovendo a reflexão e debate sobre os meios mais adequados, as técnicas de realização, os materiais a utilizar, a estética/aspeto visual do objecto, o período de realização, o custo, etc..

 

O Zé já encontrou a solução: fazer uma ponte!

 

 


4. PROJECTO(S)

É o desenvolvimento da solução ou soluções seleccionadas. Esta deverá estar de acordo com as normas de representação técnica mais adequada.

Poder-se-á apresentar o anteprojeto. É o estudo prévio que exige esquiço/esboço, plantas, cortes, que resultam das várias soluções possíveis. Em seguida faz-se a escolha/seleção da resposta mais adequada.

 

A investigação proporcionou ao Zé o conhecimento do problema e também algumas ideias para a sua resolução. O Zé tem agora de projetá-las, avaliando os prós e os contras e escolher a melhor solução.


 

Voilá, o Zé já tem o projecto vencedor!

 

 

 

 


5. REALIZAÇÃO

Desenvolvimento do projecto selecionado, isto é, a concretização/execução e construção da ideia.

 

E o Zé meteu mãos à obra, seguindo os materiais, as ferramentas, as técnicas e a sequência das operações projetadas.

 

 

 


 

6. AVALIAÇÃO

A avaliação corresponde à fase crítica do trabalho realizado através da testagem do objecto construído e experimentado: resolve ou dá resposta ao problema enunciado?

 

Boa! A ponte funciona na perfeição e o Zé pode finalmente atravessar para o outro lado.

 

 

 

Recordemos, novamente, as várias fases do
Método de Resolução de Problemas

Bibliografia:

ANDRADE, Paula, ComunicArte, Plátano Editora

FALEIRO, Armando, Gesto-Imagem 5/6, Porto Editora

 

home | livro de visitas

Produzido por © 2007 Todos os direitos reservados

Voltar à página inicial